Ucrânia: Darth Vader, para presidente!

Ultimas Noticias  

Terminou nesse domingo (30) o prazo para a candidatura às próximas eleições presidenciais na Ucrânia, que acontecem em 25 de maio.

46 ucranianos se candidataram, entre eles a ex-primeira-ministra, Yulia Timoshenko, que estava presa, e o magnata Petro Poroshenko.

A maioria dos candidatos são pequenos ou inexpressivos. Um deles é “Darth Vader”, o representante do Partido Ucraniano da Internet.

Ele é famoso por aparecer na Praça da Independência, em Kiev, vestido como o personagem de “Guerra nas Estrelas” para fazer seus discursos.

12 candidaturas foram analisadas e descartadas logo de cara por irregularidades, enquanto sete foram aprovadas.

A lista deve ser analisada por completo até 4 de abril.

Outros candidatos incluem Vadim Rabinovich, um dos líderes da comunidade judaica ucraniana, e o ex-vice-primeiro-ministro Yuri Boiko.

Já o famoso boxeador Vitali Klitschko será candidato à prefeitura de Kiev. Ele tinha sido cotado pela oposição para as eleições presidenciais, mas recuou da ideia.

As novas eleições foram marcadas após a derrubada do presidente Viktor Yanukovitch em fevereiro, que fugiu do país após dezenas de manifestantes terem morrido durante os protestos.

O partido do presidente deposto escolheu como candidato Mikhailo Dobkin, ex-governador de Kharkiv.

O favorito

Petro Poroshenko (48) é o favorito nas pesquisas prévias. Uma consulta de 26 de março mostrou que 26% da população votaria nele.

Poroshenko está entre os dez mais ricos da Ucrânia e também é citado como um dos políticos mais influentes do país.

Ele tem uma fortuna estimada em 1,3 bilhão de dólares, segundo a Forbes.

Chamado de “Rei do Chocolate”, por ter criado a famosa marca Roshen, Poroshenko fez sua fortuna na região central do país, Vinnytsya, apesar de ter nascido na região de Odessa – região de maioria russa.

Seus outros negócios incluem o canal de televisão Canal 5 (o canal de notícias mais popular do país), um estaleiro e fábricas de automóveis e ônibus.

Ex-Ministro dos Negócios Estrangeiros e ex-Ministro do Comércio e Desenvolvimento Econômico da Ucrânia, ele foi o único magnata que apoiou a oposição pró-Ocidente durante a revolução.

Durante os protestos em Kiev, ele distribuía seus chocolates para os manifestantes.

Seu lema de campanha é “Uma nova maneira de se viver”.

“O lado negro da força”

O candidato mascarado, se passando pelo vilão Darth Vader, é do Partido Ucraniano da Internet e diz defender um “governo eletrônico” na Ucrânia, a transição da mídia tradicional para a mídia digital e a oferta de computadores para todos os cidadãos.

Segundo o próprio: “Estou preparado para ter responsabilidade sobre o destino desse país, se meus colegas cidadãos me derem essa honra. Sozinho, consigo criar um império, restaurar a glória, reconquistar territórios perdidos e o orgulho desse país”.

Em novembro de 2013, ele entrou em uma polêmica ao se declarar prefeito de Odessa, onde apareceu ao lado de seus stormtroopers.

Em 2012, ele chegou a concorrer ao Parlamento, mas ganhou apenas 3% dos votos.

O candidato do partido fundado em 2007, contudo, não é um candidato muito sério. Ele chegou a pedir, em sua campanha, “um lote de terra na cidade sudoeste para estacionar sua nave espacial.”

 

Fonte: http://exame.abril.com.br/mundo/noticias/eleicoes-na-ucrania-tem-46-candidatos-e-ate-um-darth-vader


Deixe seu Comentário:

]]